A FCMINMS é constituída por inúmeros Grupos Académicos, classificados em Grupos Autónomos de Estudantes e Grupos de Estudantes Constituídos por Pessoas Coletivas, que dinamizam atividades nas mais variadas vertentes e que contribuem para o desenvolvimento intelectual, social, científico, cultural, criativo e humano dos seus alunos. Por reconhecer a importância destes grupos na comunidade estudantil, e respeitando a sua autonomia, a AEFCM tem como objetivo o acompanhamento dos grupos e cooperação entre si, potencializando os benefícios que estes possam trazer para os seus estudantes. Pretende também centralizar o processo de comunicação com a direção da faculdade.

Alvorada

A Alvorada é uma plataforma autónoma e livre, criada como um meio para @s estudantes da FCM|NMS participarem ativamente na luta pelo progresso social.

Juntamo-nos pela defesa da democracia e da liberdade, visando uma luta estudantil de cariz feminista, antirracista, LGBTQ+, ecologista e protetora dos direitos dos animais. Procuramos um meio académico mais aberto, coeso, livre da ignorância, do medo e da discriminação, democrático e inclusivo, no qual a nossa voz se faz sentir e representar de uma forma justa e equitativa.

Movemo-nos para combater a precariedade da academia em Portugal, para nos libertar a [email protected] das amarras de um sistema inerentemente desigual e antidemocrático, que vê o ensino de qualidade como um serviço e não como um direito fundamental, que amordaça @ estudante, ignorando as suas opiniões e críticas, que fecha portas ao progresso na carreira científica, que formata em vez de formar.

Lutamos contra um sistema que vive da precariedade e exploração, que valoriza o lucro acima de tudo e que, em prol do mesmo, despreza o planeta e as pessoas que nele vivem. Saímos à rua e lutamos contra a institucionalização do machismo, da xenofobia, da LGBTQ+fobia e outras formas de marginalização tão enraizadas na nossa sociedade.

Lutamos pela defesa dos nossos direitos, da nossa faculdade e do país inteiro, avançando pelo fim da discrepância no acesso ao Ensino Superior, precipitada por alojamentos com preços inacessíveis, limitações no acesso aos transportes e propinas incomportáveis. Lutamos por um ensino de qualidade, mais robusto e justo, do qual todos sejamos parte ativa.

Queremos criar sensibilidade na comunidade estudantil da FCM|NMS, trazendo os estudantes de Medicina e de Nutrição para a luta por melhores condições de ensino e igualdade social. Esta luta não é só nossa: pertence a toda a realidade académica, da qual não nos podemos dissociar. A Alvorada é agora!

EAT Portugal FCM|NMS

O Education Against Tobacco (EAT) é um projeto internacional conduzido por estudantes e médicos de mais de 80 faculdades de Medicina, distribuídas por 14 países. Temos como objetivo atuar no combate ao tabagismo através da realização de intervenções em escolas básicas e secundárias com estudantes dos 12 aos 18 anos, grupo de maior risco para o início da dependência. O projeto foi criado na Alemanha em 2012 e, posteriormente, expandiu-se pelos 5 continentes. Este associa-se a instituições internacionais de renome, como a Harvard Medical School, e tem ganho, cada vez mais, um importante reconhecimento académico e científico.

Em outubro de 2017, um grupo de alunos da Faculdade de Ciências Médicas|NOVA Medical School tomou a iniciativa de implementar este projeto em Portugal, tendo sido a primeira equipa a ser formada a nível nacional. Desde então, a mesma tem sofrido um crescimento exponencial, contando já com parcerias com mais de uma dezena de agrupamentos de escolas da Área Metropolitana de Lisboa.

As intervenções, com duração aproximada de 1 hora e em contexto de sala de aula, são realizadas a pares e consistem numa apresentação o mais dinâmica e interativa possível. Contrariamente à abordagem “clássica” do tema do tabagismo, muitas vezes focada apenas nas suas consequências a longo prazo (como o cancro ou as doenças respiratórias), o EAT procura orientar a sua abordagem para as questões relacionadas com a aparência e a condição física - questões com particular importância nesta faixa etária, recorrendo a atividades inovadoras e cientificamente validadas. Uma dessas atividades é a utilização da aplicação Smokerface, desenvolvida pela rede EAT, que tem tido uma ótima recetividade por parte dos alunos. Esta aplicação permite fazer uma simulação 3D do rosto do adolescente caso o mesmo fumasse durante um determinado período de tempo.

Todos os semestres recrutamos colaboradores motivados para fazerem connosco as intervenções nas escolas. Se queres, desde o 1º dia do curso, fazer a diferença na comunidade contacta-nos via e-mail ou Facebook®. Acreditamos que com o nosso trabalho conseguimos contribuir para a formação de uma sociedade mais informada e consciente dos benefícios de uma vida sem tabaco!

GreenNOVA

Preocupas-te com o planeta? Procuras ser mais sustentável no teu quotidiano, mas não sabes bem como? Não te preocupes, a GreenNOVA está cá para te ajudar!

A GreenNOVA é um grupo formado por alunos da FCM|NMS da UNL com o objetivo de promover a sustentabilidade ambiental, consciencializando os jovens para esta temática e incentivando-os a tornar o seu dia-a-dia mais amigo do planeta. Para tal, publicamos dicas e truques de como reduzir a nossa pegada ecológica, organizamos palestras para fornecer informação fidedigna a toda a comunidade estudantil e incentivar o espírito crítico, e promovemos workshops para que, a pouco e pouco, possamos começar a dar pequenos passos rumo a uma vida mais sustentável.

Estamos organizados por departamentos:

  • Comunicação, o departamento com o qual os alunos têm mais contacto, através dos posts das redes sociais;
  • Recursos humanos, o departamento responsável por unir toda a equipa e manter uma comunicação ativa entre todos os membros;
  • Recreativos, que se tentam especializar em diversas áreas (animais, natureza e alimentação) para abranger o máximo de ações/dinâmicas positivas!

Somos todos futuros profissionais de saúde, pelo que estamos aqui para cuidar do outro. Contudo, cada vez mais, cuidar do outro é cuidar, também, do ambiente que nos rodeia. As alterações climáticas trazem-nos desafios sem precedentes, com a emergência de novas doenças e a possível reemergência de outras. Enquanto futuros médicos e nutricionistas, é nosso dever conhecer esta nova realidade e fazer os possíveis para minorar as suas consequências.

Se queres ser parte ativa desta mudança, junta-te a nós! Do it green, do it better!

Grémio Académico da Faculdade de Ciências Médicas (GAEFCM)

O Grémio Académico da Faculdade de Ciências Médicas é uma das primeiras entidades a estabelecer ligação com os novos alunos que chegam a Santana. Constituído por dezenas de elementos desde 1998, somos responsáveis pela organização, gestão e manutenção das atividades académicas na nossa muy nobre Faculdade de Ciências Médicas. Com mais de 30 anos, a tradição académica de Santana acarreta-se de peculiaridades e ideais muito bem definidos, assentando em quatro princípios fundamentais: a integração, o respeito, a tradição e a diversão. Assim sendo, funciona como um sistema fomentador do bom carácter, e das competências social e moral que todo o estudante de medicina deve possuir. Por outro lado, vinculamos o respeito e a hierarquia, dois conceitos ubíquos que deverão acompanhar o médico em toda a sua carreira profissional.

O espírito académico de Santana é, sem dúvida, uma mais-valia para todos nós, um motivo de orgulho e respeito, elevando o nosso bom nome pelas praças e avenidas de Lisboa, promovendo a arte do bem trajar e o orgulho de ser estudante. Fazendo uso da Colina da Saúde, Santana torna se um espaço único, místico e nobre, repleto de História e significados, onde o Grémio Académico, associado a outras entidades, perpetua as boas vivências da comunidade académica que tanto tem para te dar e envolver. Ao longo deste ano, trazemos-te um pool de eventos, desde a mítica Noite de Santana que conta já com 36 edições, à boémia Noite do Caloiro passando pela magnifica Serenata a Santana e semanas cheias de diversão, integração e ensinamentos. Muitos são os nossos objetivos e ambições, mas, se cada vez que pisares os pés na escadaria da tua faculdade e pensares: “Estou em Santana, estou em casa”, então é porque o nosso propósito foi cumprido.

Grupo de Teatro Miguel Torga (GTMT)

Já alguma vez pensaste em fazer teatro? Podes pensar que, uma vez que estás a começar um curso tão exigente, não vais ter tempo para nenhuma atividade extra-curricular. Errado! Isso é mesmo a pior ideia que podes ter. Precisamente por ser um curso exigente, precisas de espairecer de vez em quando. E se gostas de teatro, qual a melhor maneira de o fazer? Juntando-te a nós!

Outra coisa que talvez não tenhas pensado ainda: estás neste curso para tratar pessoas, doentes, e tens de criar empatia com eles. Para isso, precisas de te conseguir colocar na pele de outra pessoa, tentar ver as coisas do seu ponto de vista, perceber porque age assim e porque fez determinada coisa. Estás a ver alguma semelhança com interpretar uma personagem?

O grupo costuma apresentar uma peça grande por ano, e pelo meio dedicamo-nos a peças mais pequenas, workshops, e outros projectos que vão surgindo. Por vezes contratamos encenadores, mas também recorremos à encenação coletiva – fazemos ainda cenários, figurinos, as luzes e o som dos nossos espetáculos. Ensaiamos duas vezes por semana, e acredita que essas horas te vão ajudar a manter a boa disposição e o ânimo. Tem também a vantagem de conheceres pessoas de anos mais à frente que te podem dar umas dicas para sobreviveres sem arrancares os cabelos! Somos um grupo pequeno, com 20 anos de história, que tenta fazer coisas grandes com poucos recursos, portanto o improviso, a unidade e o espírito de grupo estão sempre cá!

Tuna Médica de Lisboa (TML)

A Tuna Médica de Lisboa (TML) nasceu através do esforço conjugado de estudantes das duas Faculdades de Medicina da cidade de Lisboa, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa. Criou um precedente nunca antes visto, permitindo assim amenizar antigas rivalidades, sendo nos dias que correm um dos símbolos mais marcantes da tradição académica das duas Faculdades.

O início da vida artística e boémia desta formação, com uma miscelânea de vozes masculinas e femininas (umas melhores que outras…), deu-se a 6 de Dezembro de 1995, nas instalações da Faculdade de Ciências Médicas, tendo sido o primeiro ensaio na Faculdade de Medicina.

Desde aí muito mudou quanto à projecção da TML, dentro e fora do mundo académico. Este reconhecimento tem-se reflectido nos convites endereçados à Tuna, que tem permitido passear a sua música e todo o espírito académico pelos quatro cantos de Portugal continental, ilhas, e nesse grande país que é o estrangeiro!

Ao longo destes 25 anos, a TML participou em diversos programas de televisão e rádio, aberturas e encerramentos de Congressos Médicos e Científicos, Casamentos, variadas festas populares, feiras temáticas, espectáculos de beneficência, nomeadamente para a AMI, diversas edições do Natal dos Hospitais, na semana académica dos Açores e de Lisboa, entre muitas mais. Também participou em muitos festivais e encontros de tunas, criando grandes amizades no mundo tunante, espalhando a música e a cultura portuguesa.

Todos os anos, muitos Tunos trocam a sua negra capa pela imaculada bata, mas a paixão pela Música e pela vida tunante que nos une faz com que a TML, geração após geração, continue a espalhar pelo país e além fronteiras a alegria e boa disposição em palco que, juntamente com toda a animação e vivacidade fora de palco, se tornam o apanágio desta Tuna.