Resumo

O Programa de Intercâmbios de Saúde Pública, coordenado pela Standing Comittee on Public Health (SCOPH) da IFMSA (International Federation of Medical Students Associations), em colaboração com a Standing Comittee on Professional Exchange (SCOPE), é dinamizado a nível nacional pela ANEM e seus Associados, em parceira com as diferentes National Member Organizations (NMO) da Federação.

Os intercâmbios consistem numa experiência educacional e cultural, sem fins lucrativos, organizado por estudantes de Medicina, com a colaboração de Escolas Médicas e Instituições com foco de trabalho em Saúde Pública ou Cuidados de Saúde Primários de todo o Mundo.

Objetivos

  • Capacitar os estudantes na área da Saúde Pública, aumentando o seu conhecimento e experiência e encorajando a sua participação ativa no trabalho desenvolvido internacionalmente
  • Educação ativa para a Saúde Pública, Internacional e Global, permitindo aos estudantes desenvolver um espírito crítico relativo aos projetos, campanhas e programas pré-existentes, no âmbito da Saúde Pública
  • Desenvolvimento de competências interculturais, através da vivência de diferentes realidades culturais, no âmbito da Saúde Pública, de forma a compreenderem as divergências nos sistemas de saúde internacionais
  • Educação dos estudantes sobre os determinantes sociais da Saúde
  • Estabelecimento de colaborações além-fronteiras, no âmbito da Saúde Pública
  • Promover e capacitar os estudantes para a criação do seu próprio projeto, na área da Saúde Pública, em resposta aos problemas globais ou locais
  • Facilitar a partilha de conhecimento entre estudantes de diferentes países, no âmbito de projetos de Saúde Pública, promovendo a criação de uma equipa internacional multidisciplinar

Quando?

Durante 4 semanas, os alunos têm a oportunidade de frequentar um estágio não remunerado, no estrangeiro, em instituições que dedicam o seu trabalho à área da Saúde Pública, enriquecendo o seu currículo pessoal e profissional.