O envolvimento e participação ativa da AEFCM no trabalho desenvolvido pelas várias Federações referidas é fundamental, permitindo não só alargar o espectro de atuação da associação, como também participar em atividades e tomadas de posição conjuntas, trabalhando pela persecução de interesses comuns. Assim, é essencial que a Direção da AEFCM represente os interesses dos estudantes da FCM|NMS em todas as assembleias gerais e eventos de interesse dinamizados pelas respetivas estruturas.

Associação Nacional de Estudantes de Medicina (ANEM)

A ANEM é uma associação sem fins lucrativos que assume como principal missão representar os estudantes de medicina das escolas médicas portuguesas. Para tal, depende da participação dos seus Associados – as várias Associações e Núcleos de estudantes das Escolas Médicas portuguesas, que representam os estudantes locais. Desta forma, a ANEM pretende advogar no sentido de um sistema de formação médica integrado e de excelência, que permita gerar médicos mais interventivos e que contribua para a oferta de cuidados de saúde de qualidade em Portugal.

A Federação desenvolve esforços em sete diferentes áreas, sendo elas Educação Médica, Direitos Humanos e Ética Médica, Formação, Imagem e Comunicação, Mobilidade, Saúde Sexual e Reprodutiva e Saúde Pública. O seu pilar central é, apesar do reconhecido relevo das outras áreas, Política Educativa. Neste sentido desenvolvem-se esforços de forma a garantir uma formação pré-graduada e graduada de qualidade, bem como o acesso integrado à formação pós-graduada. Neste âmbito, é relevante destacar os esforços desenvolvidos por esta Federação, ao longo dos últimos anos, para assegurar a adequação das capacidades formativas das Escolas Médicas, otimizar os recursos pedagógicos existentes, estimular a modernização das metodologias de ensino e avaliação dos estudantes e valorizar a formação extracurricular.

A Direção da AEFCM compromete-se a acompanhar e contribuir ativamente para os trabalhos desta Federação, zelando pelos interesses dos estudantes que representa.

Associação Nacional de Estudantes de Nutrição (ANEN)

A ANEN é uma estrutura federativa, atualmente responsável por representar os vários estudantes de Ciências de Nutrição e que ao longo dos anos tem vindo a procurar incentivar o debate sobre questões de política educativa e saúde.

Em 2020 a AEFCM passou a integrar esta federação e, embora apenas com um ano de experiência em seio de ANEN, a AEFCM compromete-se a ter um papel fulcral no crescimento e desenvolvimento desta Associação, para que seja assegurada uma representação de excelência dos estudantes da Licenciatura em Ciências da Nutrição. A AEFCM pretende, assim, manter uma postura crítica e atenta nas variadas temáticas discutidas, nomeadamente no que concerne à política educativa e educação para a saúde, veiculando sempre os melhores interesses dos estudantes.

Federação Académica de Lisboa (FAL)

A Federação Académica de Lisboa representa várias Associações de Estudantes da região metropolitana de Lisboa e trabalha incessantemente em prol da melhoria das condições do Ensino Superior nas suas várias vertentes.

No âmbito da atuação nesta Federação, é fundamental que a AEFCM continue a salvaguardar os interesses dos estudantes que representa, quer seja em matéria de Política Educativa, nomeadamente no que toca ao acesso ao ensino superior e numerus clausus, quer seja no financiamento do ensino superior e ação social, sobretudo a nível do alojamento estudantil e bolsas de ação social. A AEFCM compromete-se a acompanhar todas as problemáticas discutidas em seio da FAL, fazendo representar, em todos os momentos, aqueles que são os melhores interesses dos estudantes da FCM|NMS.

Associação Desportiva do Ensino Superior de Lisboa (ADESL)

A ADESL foi criada em dezembro de 2004, por Associações de Estudantes do Ensino Superior de Lisboa, com o objetivo de dinamizar e gerir o desporto no Ensino Superior da região. A AEFCM foi uma das instituições fundadoras desta estrutura, que assume como seu objetivo primário a organização, promoção e apoio de iniciativas de âmbito desportivo, abrangendo um universo de cerca de 90 estabelecimentos de ensino superior e mais de 140.000 estudantes. Entre as atividades promovidas pela ADESL destacam-se os Campeonatos Universitários de Lisboa.

Num ano em que a AEFCM viu a prática das diversas modalidades suspensa, a DAEFCM pretende manter a postura crítica e construtiva que tem apresentado, recuperando, assim que possível, a integração dos seus estudantes nas iniciativas dinamizadas pela ADESL, assegurando o fairplay e o profissionalismo da sua participação nas mesmas.

European Medical Students' Association (EMSA)

A EMSA é uma organização não-governamental e sem fins lucrativos, que incentiva os estudantes de medicina a modelar o sistema de educação médica europeu e a promover a saúde. É reconhecida pelo Parlamento Europeu, pela Comissão Europeia e pela Organização das Nações Unidas. A sua atividade centra-se em Educação Médica, Ciência Médica, Ética Médica e Direitos Humanos, Políticas de Saúde Europeia, Saúde Pública e Integração e Cultura Europeia. Através da EMSA, os estudantes de medicina têm a possibilidade de integrar uma vasta rede de colaboração internacional e de participar em diversas iniciativas, desde advocacy, projetos, grupos de trabalho, formações e encontros internacionais. É também através da integração da AEFCM na EMSA que se torna possível a participação dos estudantes da FCM|NMS em programas de mobilidade internacional bilaterais como o Twinning Project.

No presente mandato, a Direção da AEFCM pretende dar continuidade ao trabalho iniciado no mandato anterior, em que alcançou o estatuto de Full Member. Continuará, desta forma, a contribuir ativamente para os trabalhos desta instituição, integrando todas as iniciativas pertinentes para a missão e visão da AEFCM nas suas diversas áreas de atuação. Garantirá também presença nas Assembleias Gerais da EMSA, de forma a assegurar a melhor representação dos alunos da FCM|NMS.

A DAEFCM compromete-se ainda a acompanhar e contribuir para os trabalhos da EMSA Portugal, uma estrutura nacional de cooperação entre as associações/núcleos estudantis do Ciclo de Estudos Integrado ou do Ciclo Básico em Medicina para a representação dos respetivos estudantes ao nível da EMSA. Esta é atualmente composta pela AEFCM, AEFML e AEFMUP, pretendendo-se incentivar a adesão das associações/núcleos estudantis das restantes escolas médicas.